domingo, 15 de setembro de 2013

Salada de frango tandoori com alcachofras para quebrar a monotonia

Para uma alma geminiana como esta que vos escreve há poucas coisas tão enfadonhas, cansativas e desinteressantes como a monotonia. Dias que se arrastam sem novidades nem emoção como se fossem um enorme e longo inverno reduzem a energia geminiana a níveis mínimos, desanimados com a falta de diversidade, um bocejo rotundo à espera de melhores dias. Pode ser um livro novo para ler, um pequeno desafio profissional ou uma viagem em vista, podem também ser coisas pequenas e quase insignificantes, um je ne c'est quoi que me apimente o dia-a-dia. Na cozinha acontece o mesmo, embora a rotina e a falta de tempo ditem por vezes exactamente aquilo que me enfada: refeições de preparação rápida e sem grandes novidades. Acontece contudo que quando o consumo de saladas surgiu quase como uma imposição tive de dar largas à imaginação para evitar a enfadonha base de alface com mais uns ingredientes a coroá-la. Embora a imaginação seja ilimitada, a verdade é que salada é salada e mais ingrediente menos ingrediente, se não tiver, lá está, esse tal je ne c'est quoi, arrasta-se numa terrível maçada. Esta salada que vos trago surgiu pela necessidade de variar saladas e variar uma salada de frango. Chega de frango cozido e grelhado sensaborão. Não é aconselhável para quem não gosta de sabores com carácter mas traz-lhe um toque especial, o mesmo que necessitamos para sorrir para a vida.

Salada de frango tandoori com alcachofras

Ingredientes
1 peito de frango
1 iogurte natural sem ser açucarado
2 dentes de alho
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de colorau
1 colher de chá de piri-piri
1 pitada de pimenta preta acabada de moer
1 colher de chá de açafrão
cebolinho
sumo de meio limão

Alface
Orégãos
Corações de alcachofra (opcional)

Preparação
Cortar o peito de frango em tiras, temperar com sal e reservar. Num recipiente, misturar as especiarias com o iogurte e o alho esmagado, o sumo de limão e o cebolinho picado, usei uma tesoura de ervas aromáticas, até ficar uma pasta.  Envolver o frango nesta pasta e deixar a marinar no frigorífico pelo menos duas horas.

Depois de lavada e preparada a alface, polvilhar com os orégãos e cozinhar o frango. Retirar o excesso do molho de iogurte. Aquecer uma frigideira antiaderente com um fio de azeite. Retirar o excesso com papel de cozinha. Deitar o frango e grelhar, virando cuidadosamente até ficar dourado. Deixar arrefecer um pouco, pôr em cima da alface, dispor as alcachofras e degustar. 



12 comentários:

Ricardo Tiago disse...

excelente aspeto!
Bjnhos

Liliana (Addicted) disse...

Parece-me deliciosa essa salada!

beijinhos :)

São Ribeiro disse...

adoro frango e nessa salada ele ficou perfeito.
Adorei,
bj

Leonor disse...

Obrigada, Ricardo, esta salada é bem fotogénica :)
Beijinhos

Leonor disse...

Eu gosto muito, Liliana :)

Beijinhos

Leonor disse...

Este frango permite variações, São, dá também para fazer espetadas. Deve ficar bom também :)
Beijinhos e obrigada

Cuca disse...

Que salada com tão bom aspecto, ficou óptima! Eu gosto imenso de frango e acho-o muito versátil :)

Beijinhos*

Luís Serpa disse...

A receita parece óptima, Leonor, e a seu tempo será degustada. Mas tenho uma observação lexico-metodológica. Tassoti significa forno, e esse frango deve ser assado no forno. (Estou a bordo de um barco que ficou sem gerador e não como nada de jeito desde ontem ao jantar - o qual não foi mau, reconheço -. Não faz ideia do bem que me saberia essa salada).

Luís Serpa disse...

A receita parece óptima, Leonor, e a seu tempo será degustada. Mas tenho uma observação lexico-metodológica. Tassoti significa forno, e esse frango deve ser assado no forno. (Estou a bordo de um barco que ficou sem gerador e não como nada de jeito desde ontem ao jantar - o qual não foi mau, reconheço -. Não faz ideia do bem que me saberia essa salada).

Leonor disse...

Olá Luís, tem razão, a receita original é feita no forno e não com peito de frango. No entanto, há algumas receitas em que o frango é grelhado à falta do 'tandoor', o tal forno que dá origem ao nome do frango preparado assim. Esta salada é uma adaptação muito livre :)

Beijinhos

Marisa Valadas disse...

Adorei esta sugestão, tem um aspecto delicioso

Leonor disse...

Nada como experimentar :)
Obrigada.