terça-feira, 2 de outubro de 2012

A inconsistência da memória nuns scones de bacon


Andava com esta mania desde que vim da Irlanda. Esta e outras. Mas esta que me assolou foi-me apresentada numa das primeiras refeições quentes que tomei no English Market em Cork, numa segunda-feira chuvosa como muitos outros dias que se haviam de seguir. O clima irlandês constitui o primeiro desafio em terras celtas. Quem o suportar está pronto para as vicissitudes e das duas, umas: ou passa a odiar chuva e ansiar desalmadamente por dias quentes e de sol ou aprende que as existências felizes não podem depender de factores climatéricos. Eu optei pela última e apaziguei-me com a vida.
A mania que trouxe chama-se soda bread. Um pão feito apenas com farinha, sal, bicarbonato de soda e buttermilk, sem água nem fermento de padeiro. Simples de confeccionar e absolutamente delicioso. Nunca fiz pão na vida e comecei a achar, mesmo antes de começar, que não iria correr bem. Quando encontrei a receita destes scones de bacon da Rachel Allen fui salva da humilhação. A massa é a mesma do soda bread, e fiquei mais tranquila com as dimensões. Pequenos e com a variação do bacon certamente não iria correr assim tão mal.
Hoje deitei mãos à obra. Coscuvilhei as farinhas de pão no supermercado, vi-lhes o preço e achei que para experiências mais valia render-me à simplicidade da receita original e fazer experiências para a próxima. Acontece que, no afã da novidade e na descontracção do fim de tarde, me perdi e quando comecei a juntar o leite à farinha fui acordada pela minha memória serôdia. Não, não era leite, era buttermilk. Não era eu que não queria experiências? Lá se foi a receita original. Para uma próxima certamente.

Scones de bacon

Ingredientes
225 g de farinha de trigo
200 ml de leite (buttermilk)
½ colher de sobremesa de sal refinado
1 colher de chá de bicarbonato de soda
Bacon em pedacinhos a gosto
Orégãos (opcional)

Preparação
Pré-aquecer o forno a 200º. Numa tigela juntar a farinha com o sal e o bicarbonato. Fazer uma cova no meio e juntar o leite a pouco e pouco sem bater muito. Juntar os pedacinhos de bacon e os orégãos. Amassar levemente numa superfície com farinha. Enrolar bolinhas pequenas e com uma tesoura fazer dois cortes como uma cruz. Levar ao forno cerca de 20 minutos.


Estes scones são ideiais como entrada, enquanto o jantar ou almoço se ultimam, e devem ficar deliciosos com manteiga ainda mornos. 

25 comentários:

Dragon Girl disse...

Olá Leonor podes me explicar o que é "buttermilk", não deve de ser as nossas natas pois não, ando com esta dúvida à algum tempo, estava numa de experimentar esta tua receita, parecem óptimos..... E como sempre regalo-me a ler as tuas receitas com história ;-)

Leonor disse...

Buttermilk em português é leitelho. No 'estrangeiro' vende-se já feito, mas em casa podemos fazê-lo juntando umas gotas de limão ou vinagre ao leite. Podes também substituir por iogurte natural. Uma chávena de leite equivale a 2/3 de chávena de iogurte e 1/3 de leite. Torna os bolos mais macios.

Obrigada :)

Dragon Girl disse...

Olá Leonor podes me explicar o que é "buttermilk", não deve de ser as nossas natas pois não, ando com esta dúvida à algum tempo, estava numa de experimentar esta tua receita, parecem óptimos..... E como sempre regalo-me a ler as tuas receitas com história ;-)

Papoila disse...

Ja fiz o soda bread e gostei muito. Nao so pela simplicidade dos ingredientes e pelo bom que fica. Esta variação está ótima. Bjs

são33 disse...

FICARAM TÃO LINDOS E COM BACON AGRADAM-ME.
APETECE DAR UMA DENTADA...
BOA SEMANA
BJS

Leonor disse...

O soda bread vai ficar para uma próxima, Papoila, isto foi um treino. Lá na Irlanda era delicioso e o brown soda bread ainda melhor :)

Leonor disse...

São fotogénicos, os malandros :)
Beijinhos, São.

Dragon Girl disse...

Obrigado Leonor, se for natas ácidas eu sei onde se vende, mesmo aqui ao lado no ALDI, adoro andar por lá a bisbilhotar as coisas diferentes que eles vendem e descobri por acaso ;-)

Leonor disse...

Pode ser que tenham buttermilk, procura por 'buttermilch' que é em alemão.
Nunca fui ao ALDI. Tenho de lá ir meter o nariz :)

Dragon Girl disse...

Pela altura do Natal têm aquelas bolachas deliciosas de especiarias com gengibre e canela :-P

CNS disse...

Estão com um ar fabuloso, Leonor!

Leonor disse...

Obrigada, Cristina :)
Beijinho

Leonor disse...

No Lidl também, dragon girl, e Stollen pequeninas :)

Blog do Chocolate disse...

Leonor, é uma delícia ler-te !
Tenho sempre de esboçar um sorriso, transportas-me sempre para outras paragens nestas tuas "disertações" ! :-)

Adoraria conhecer a Irlanda, é um dos sonhos de consumo do meu marido também, um destes dias vai calhar... :-)

Os scones ficaram com um aspecto fabuloso, Leonor, deixa lá a receita original... ;-)

Beijinho

Ricardo Tiago disse...

nunca fiz scones mas sem dúvida fiquei curioso!
Beijinhos

Leonor disse...

Obrigada :)
Gosto muito da Irlanda mas é preciso mergulhar um bocadinho no país e na cultura deles.
Tinha a ideia que a comida irlandesa era sensaborona mas desta vez descobri que não.
Beijinhos

Leonor disse...

Hoje ainda estavam bons, Ricardo :) Estes são mais fáceis de fazer do que os doces.

belinha disse...

Uma pequena maravilha.
Vou levar a receita e experimentar o quanto antes.
beijinhos
Belinha
Mundo das Receitas
http://mundodasreceitas.blogspot.pt/

Leonor disse...

Força, Belinha :)
Beijinhos

vera ferraz disse...

Sou absolutamente fã de sconnes, e estes, garanto-te que vão ser a minha próxima fornada!
Estão super apetitosos!

Leonor disse...

Ainda hei-de experimentar a receita doce. Leva açúcar e ovos.
Esta é bem fácil. Fiquei com vontade de repetir :)
Bom feriado

Candy Love disse...

Nunca comi scones salgados mas de certeza que são deliciosos! ;)
Beijinhos

Leonor disse...

Não correram mal, Candy Love :)
Beijinhos

CNS disse...

Estes não escapam este fim de semana.
:)

Leonor disse...

Depois conte se correu bem, Cristina :)