domingo, 30 de setembro de 2012

Shopska à portuguesa


John Donne dizia que 'no man is an island'. Que me perdoem a falta de tradução mas este é mais um dos casos em que a ‘língua inglesa fica mesmo bem’ como cantam os Clã. Acredito que não são apenas as pessoas que não são ilhas, embora o sejam a espaços e que também a espaços precisem de flutuar sós em mares incertos para que a dois se encontrem nas travessias tumultuosas mas também os países não são metaforicamente ilhas mesmo que a situação geográfica assim o dite. A nossa história prova-o. Se fôssemos apenas uma ilha seríamos infinitamente mais pobres e em tudo terrivelmente infelizes. A mescla de que somos feitos é o condimento mais corpulento e apetitoso que dá sabor à nossa identidade.
O guia foi peremptório, não gostava de ciganos. Tranquilo relativamente ao politicamente correcto, nunca se coibiu de o afirmar repetidamente. Dizia que viviam da mendicidade, do furto e que não queriam trabalhar. Avisou-nos vezes sem conta para ter cuidado com dinheiro e valores porque havia muitos ciganos. Não sei onde os via mas durante aquela semana na Bulgária vi dois ou três. 
Além dos ciganos, o guia também não gostava de turcos e também o afirmava sem qualquer inibição. Dizia que não, não gostava, tinham destruído a cultura e o país ao longo dos cinco séculos em que ocuparam o território búlgaro. Perfeitamente compreensível e aceitável. Dos gregos nada disse e teceu louvores aos russos que os tinham ajudado a livrar-se dos turcos e que agora deixavam os rublos obesos nas praias da admirável costa do Mar Negro.
Não falhava nunca. Todos os dias ao almoço e ao jantar, juntamente com Snezhanka, uma salada de iogurte e pepino, fazia parte da ementa. O tomate era delicioso como não comia já há muito tempo, o mesmo para a cebola e o pepino. Esta salada tão simples de tomate, pepino, queijo sirene, semelhante ao Feta grego, era o contraponto ideal aos dias escaldantes. Fresca e simples, deixava que o sabor dos vegetais fosse rei.
E vem isto porque na verdade nenhum país é uma ilha. Cinco anos de ocupação turca e a vizinhança da Grécia cunharam uma culinária semelhante em alguns pratos e comum aos três países. Deliciosa. Os búlgaros clamam para si a invenção do iogurte que por cá se diz grego mas as analogias são evidentes. Muitos vegetais, saladas parecidas, beringelas e curgetes recheadas. Quase me tornava vegetariana nas férias sem qualquer esforço.

Salada de tomate e pepino com queijo Feta

Ingredientes:
Tomates
Pepinos
Cebolas
Queijo Feta
Azeite
Vinagre
Orégãos

Preparação:
Numa tigela descascar os tomates e os pepinos. Tirar as sementes do tomate e cortar ambos em cubos. Juntar a cebola em rodelas e o queijo Feta em pedaços. Temperar com azeite e vinagre e orégãos.


Esta salada é uma recriação da ubíqua Shopska que acompanhou todas as refeições nas minhas férias búlgaras. Troquei o queijo Sirene por Feta, o óleo de girassol usado na gastronomia búlgara por azeite virgem e acrescentei-lhe os orégãos que facilmente imagino substituídos por manjericão. O resultado foi bom, mas admito que as recriações nem sempre superam o original. Os legumes búlgaros são insuperáveis e o sabor de férias também. 

18 comentários:

são33 disse...

UM SALADA BEM AO MEU GOSTO, TEM TUDO QUE GOSTO NUMA SALADA.
BOM DOMINGO
BJS

Leonor disse...

Bom Domingo, São :)
Esta salada depende muito da qualidade dos legumes, quanto menos artificiais melhor.

Beijinhos

Mané disse...

Não sabia que tinha sido John Donne que tinha dito. Eu, repetida vezes digo: Não somos ilhas (ponto final)!
Também tenho de ir verque é este John Donne, desculpa-me a ignorância, mas eu estou com ele principalmente qdo vejo certas atitudes e certas situações.
A salada é que não sei se estou com ela...eu e o pepino...
Bjs

Leonor disse...

Olá Mané,

Ignorância nenhuma, ora essa. Eu tenho bem presente porque esta citação foi falada nas minhas aulas na semana passada, se não também tinha ido à procura :)
O pepino é um bocado indigesto. Assim aos cubos sabe-me melhor e parece que me faz menos mal. Lá na Bulgária eles também fazem outra salada com pepino, leva iogurte e é uma delícia mas essa é que deve estar logo eliminada para ti :)
Beijinhos

Ricardo Tiago disse...

que bela salada.
beijinhos e boa semana!

Leonor disse...

É boa para nos despedirmos do Verão :)
Boa semana também
Beijinhos

Papoila disse...

Uma salada bem bonita mas não serve para mim. Tomate e pepino em cru não são para mim. Boa semana. Bjs

Leonor disse...

Espero que para a próxima seja mais do agrado do teu palato :)
Beijinhos

Maria disse...

Ate fiquei a salivar. Devo estar a precisar de crus ;)
Esta salada acompanha bem a espetada anterior.
Ja tenho refeicao.
Obrigada
Beijinhos, minha querida
Maria

Leonor disse...

É verdade, Maria, fica bem com as espetadas de frango. Quebra o calor do caril.
Obrigada eu :)
Beijinhos grandes

Lenita disse...

Olá Vera,
Gostei da descrição que fazes das tuas férias pela Bulgária, confesso que ainda me ri!
Tal como tu eu também comia desta salada todos os dias, acredito que o azeite lhe trás mais sabor, mas o sabor das férias ainda não se vende em frascos de especiarias!
Bjs

Leonor disse...

Leonor :)
É isso mesmo, o sabor de férias não se compra nem vende :)
Beijinhos, Lenita.

Blog do Chocolate disse...

Leonor, a salada tem tudo o que gosto, por isso nenhuma restrição para mim. Advinho-lhe até o sabor fresco e delicioso.

Gostei de conhecer um pouco sobre a tua passagem pela Bulgária, com algumas das tradições que lhe são inerentes...

As férias... bem, as férias são um repôr de energias um pouco à pressa, infelizmente... mas são sempre momentos a recordar !

Beijinhos

Blondewithaphd disse...

Engraçado, uma vez publiquei na Inglaterra um artigo sobre os Açores, mais precisamente sobre o Corvo, que começava justamente com esse "no man is an island"... Amei!

Leonor disse...

Gostei de conhecer a Bulgária mas não é para voltar, acho eu. A praia é maravilhosa, areias brancas e limpas, mar quente e calmo, calor, mas não há muito mais do que isso.

Beijinhos

Leonor disse...

Tinha passado aos meus alunos o 'About a boy' e fiquei com a citação na cabeça, Blonde :)
Beijinhos

Candy Love disse...

Gostei muito do blog :)
Já me tornei seguidora ;)
Beijinhos

Leonor disse...

Obrigada
Beijinhos :)