sábado, 20 de dezembro de 2014

Rabanadas com laranja para iluminar o Natal

Os natais estão recheados de memórias passadas. São essas que ficam e que vão iluminando os natais presentes ou que estão lá para nos lembrar em momentos de escuridão que devemos multiplicar e honrar esse património de afectos perfumado com o aroma da canela e que melhores dias virão.
Nos meus natais passados havia um ritual que se cumpria escrupulosamente sob pena de se falhar uma das sobremesas imprescindíveis de Natal: comprar o pão para as rabanadas. Geralmente cacete mas julgo que também houve pão de forma de padaria, nesse tempo não havia pão embalado com data de validade. Era comprado com alguma antecedência, é sabido que o pão tem de ser recesso, expressão para pão duro ou dormido, como lhe queiram chamar, típica da Beira Alta e que nunca ouvi em mais lado nenhum.
Um dia destes estava na cozinha e observei o pão que se tornava recesso. Eram carcaças, papo-secos por aqui, o pão mais sem gracinha que se conhece, mas que recolhe um adepto fervoroso aqui por casa. Aproximando-se o natal, e sem sobremesa para um almoço de Domingo, decidi arriscar e usar os papo-secos recessos, dormidos, duros. O resultado foi agradavelmente surpreendente. As rabanadas ficaram no ponto, nem muito grandes nem demasiado secas. A segunda parte desta receita surgiu no grupo Quinze Dias com… A Aida do delicioso Doces em Casa fez uma receita deliciosa de rabanadas com laranja. A segunda vez que fiz as rabanadas de papo-seco experimentei a excelente sugestão. Como qualquer cozinheiro dei-lhe o meu toque e o resultado agradou a todos. No próximo dia 24 não faltaram à minha mesa.

Rabanadas de laranja

Ingredientes
2 papo-secos cortados em fatias médias
Leite (deitei a olho mas terão sido cerca de 4dl)
1 colher de chá de mel
Casca de limão
Vinho do Porto (2 dl)
Ovos

Para a calda
Sumo de duas laranjas grandes
100 ml de água
100 g de açúcar
2 paus de canela
Casca de laranja em tiras

Confecção
Cortar o pão em fatias médias. Aquecer o leite sem ferver. Num recipiente largo colocar o leite, a casca de limão, o mel e o Vinho do Porto. Bater os ovos num outro recipiente.
Preparar a calda: com um descascador de legumes descascar um quarto da laranja, de forma a ficar apenas o vidrado e cortar em tirinhas muito finas.  Juntar todos os ingredientes e ferver até ganhar o ponto desejado. Como sou pouco entendida em pontos de açúcar, usei mais uma vez a intuição.

Para as rabanadas, passar o pão pelo leite, depois pelos ovos e fritar em pouco óleo.  Depois de fritas, escorrer num prato com papel absorvente. Transferir para outro recipiente e regar com a calda.



11 comentários:

Iguaria Desigual disse...

Estão mesmo apetitosas as tuas rabanadas, Leonor! Gostei muito da calda.
Um beijinho e Boas Festas!
Vanda

Leonor disse...

Obrigada :)
Beijinhos e um feliz Natal.

Doces em Casa disse...

Leonor,

Ficaram divinas!
Adorei as tuas alterações.
No fundo, juntaste o clássico, a receita das memórias (é assim que a minha mãe as costuma preparar), com a maravilhosa calda de laranja!
Eu quero também ter as rabanadas de laranja à mesa, se tiver oportunidade prepará-las-ei.
Que tenhas um doce de Natal!

Beijo grande

Leonor disse...

Ainda bem que as fizeste, Aida, se não nunca tinha descoberto esta delícia. Obrigada :(
É mesmo isso, juntei a forma tradicional de as fazer com a calda.
Beijinho e bom natal

Marisa Valadas disse...

Que aspecto delicioso

Brisa Maritima disse...

Também já tinha namorado estas rabanadas no blogue da Aida e agora, ao ver as tuas aqui fiquei mesmo decidida a experimentar, se bem que tentarei finalizá-las no forno ! :)
Estão lindas Leonor, com uma cor dourada e encantadora e com um aroma que já sinto aqui ! :)
Feliz Natal para ti e para a tua familia ! :)

Beijinhos grandes

Clara Brito disse...

Que bom aspecto têm essas rabanadas.

Boas Festas.

Beijinhos,
Clarinha

http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2014/12/quinze-dias-com-natal.html

Leonor disse...

São tão boas, Isabel, voltei a fazer para o Natal e ficam uma delícia. No forno têm a enorme vantagem de ficarem menos calóricas e mais saudáveis, o que não é nada pouco.

Beijinhos e um bom ano

Leonor disse...

Obrigada, Clarinha, beijinhos e um bom ano :)

cozinha100segredos disse...

Estas rabanadas estão com um aspeto maravilhoso!

Aprendiz a chef disse...

Belas rabanadas!!

Adorei conhecer o blogue!! Parabéns pelas brilhantes receitas!

http://deaprendizachef.blogspot.pt/