quinta-feira, 29 de março de 2012

Biscoitos crocantes reloaded


A verdade é que ninguém dá nada por mim. Quem me conhece ao vivo e a cores acha-me incapaz, meio tresloucada, de fala intempestiva e impulsiva e como tal incapaz de me dar a momentos calmos de tecer sabores no templo por excelência da mulher prendada, a cozinha. Acham-me inapta para a calmaria e harmonia de que são feitos todos os cozinhados opíparos e sublimes. E eu aceito e não lhes levo a mal. Na verdade, acho até uma certa piada a esta minha faceta obscura só inteligível a quem me conhece fora dos portões da escola. Acontece-me muitas vezes quando digo que fiz algo que adentre o domínio da fada do lar, essa capaz de amar com o que cozinha, capaz de fazer declarações de amor só percetíveis ao palato. São cabeças que se viram em desconfiança, olhares inquisitivos que pairam no ar e muitas vezes verbalizações: Foste tu? E outras vezes o descrédito assumido: Não foste nada! Nestas alturas faço o meu número preferido e afirmo peremptória mas imensamente divertida: Sim, fui eu! Acrescento em versão resumida  o que anteriormente foi dito e remato: Ninguém dá nada por mim mas eu sou uma fada do lar. Na cozinha evidentemente. Quem tem ar de estarola basta saber fazer uns biscoitos para merecer o epíteto.
Chegadas mais umas reuniões de final de período e para que pudéssemos rematar o momento com um apontamento doce para apagar a pressão que sobre nós se abate, levei biscoitos para a minha reunião de Direcção de Turma. Não foi a primeira vez que o fiz e na escola há mais quem o faça, comi um delicioso bolo de chocolate feito pela Directora de uma das minhas turmas. Gosto destes momentos. Gosto de cozinhar para os outros. Gosto de lhes dizer que, apesar dos pesares, de anos difíceis, e-mails nem sempre simpáticos, gosto deles. Na  escola pública, essa selva onde o povo se esgadanha aos olhos da opinião pública, os alunos batem nos professores e os professores são uns bandalhos merdosos, passam-se coisas boas, muito boas. Basta afastarmos o preconceito e olhar, entrar, sentir.

 Biscoitos crocantes de amendoim e passas

Ingredientes

1 ½ chávena de flocos de aveia integrais
1 ½ chávena de flocos de trigo tostados
1/3 de chávena de gérmen de trigo
1 chávena de amendoins com sal picados grosseiramente
1 chávena de passas
1 chávena de farinha
1 chávena de açúcar amarelo
200g de margarina
1 ovo

Preparação

Pré-aquecer o forno a 190º. Hidratar as passas em chá Earl Grey morno.
Juntar os flocos de aveia, de trigo, o gérmen de trigo numa tigela e reservar.
Bater o açúcar com a margarina até ficar cremoso. Juntar o ovo e bater mais. Deitar a farinha e bater bem para que fique uniforme. Incorporar os amendoins picados grosseiramente e envolver com uma espátula de silicone. Por último incorporar a mistura de ingredientes sólidos. Moldar pequenas bolas de massa e achatá-las um pouco. Levar quinze a dezoito minutos ao forno pré-aquecido.


Esta é a segunda versão destes biscoitos com pequenas alterações. Foram aprovados e voltei para casa com as migalhas apenas. Há lá coisa melhor?

5 comentários:

Keila disse...

Realmente não há nada melhor do que cozinhar para os outros e receber elogios. Acontece-me o mesmo quando digo que fiz alguma receita, ou mostro uma foto de algum prato a alguém. Mas depois de provarem dizem se eu alguma vez pensei em abrir uma pastelaria ou restaurante. =)
Bjo Vou guardar essa receita para experimentar um dia destes.

deliciart disse...

Ficaram com um aspecto maravilhoso, só alterava as passas por chocolate, não fosse eu gulosa :P beijinhos

Leonor disse...

Não estou sozinha, Keila :)
Mas acaba por ser divertido.
A receita é adaptada de uma da Dorie Greenspan e fi-los a primeira vez para o Dorie às Sextas do Facebook.
São muito bons e dá para fazer variações.
Beijinhos

Leonor disse...

Deliciart, no fim do primeiro período levei uns cookies de chocolate mas uma das minhas colegas não gosta de chocolate, por isso desta vez fiz estes, mas com chocolate também ficam bons de certeza. Há uma receita aí em baixo de umas bolachas com pedaços de chocolate :)
Beijinhos

disse...

Não me leve a mal por favor... mas tive de mandar umas risotas internas ao ler o seu texto... na minha humilde ignorância, dou por mim a ler e a pensar "que palavrão, que quererá dizer?" =D
Apesar dos apesares (adorei esta), os seus biscoitos estão divinos! Mesmo lindos e apetitosos, de querer arrancar um do monitor! Vou levar a receita para mais tarde...